30/12/2019 às 10h53min - Atualizada em 30/12/2019 às 10h53min

Polícia Militar Ambiental desmonta acampamento de caçadores no Pantanal

A PMA também apreendeu rifle, pistola calibre 40 com numeração raspada e munições

Assessoria
Divulgação
O Comando da Polícia Militar Ambiental deslocará, durante todo o período de defeso, equipes de outras Subunidades para reforçar a fiscalização no Pantanal na operação piracema, principalmente, para a região de fronteira com o Paraguai e Bolívia, área crítica, porque pescadores paraguaios, bolivianos e brasileiros armam muitos petrechos ilegais nos rios, normalmente à noite, pela facilidade de fuga em território dos países vizinhos caso sejam surpreendidos pela fiscalização.

No dia 26 de dezembro, durante a tarde, uma equipe de Policiais Militares Ambientais de Mundo Novo prendeu quatro bolivianos por pesca predatória no rio Paraguai. No dia 27, pela manhã, em continuidade à operação, os Policiais desmontaram um acampamento à margem do rio Paraguai, a aproximadamente 300 km de distância de Corumbá pelo rio e apreenderam armas ilegais. A equipe percebeu homens à margem do rio, porém, a uma longa distância, em que os Policiais também foram avistados pelos infratores e, mesmo imprimindo alta velocidade na lancha para chegar ao acampamento, os elementos conseguiram fugir pela mata.

A equipe realizou diligências na região, mas até o momento não localizou os homens que provavelmente praticariam caça no local, pois no momento da fuga abandonaram um rifle americano marca Warning, calibre 22 com oito munições e uma pistola marca Taurus, calibre .40, que estava com numeração raspada, com 10 munições. As armas foram apreendidas.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »